Jogo de Terça: Especial

Obs: Esse post foi escrito no dia 15 de maio de 2012

É…15 de maio de 2012… essa data ficará na memória de muita gente. Eu pelo menos nunca esquecerei. Esse dia sempre foi especial pois é o aniversário do meu irmão. Só que hoje, quatro acontecimentos marcaram esse dia para mim. Além do, já citado, aniversário do meu irmão, dois jogos esperadíssimos (um pelo longo tempo para ser lançado e o outro por mudar o plano de fundo de uma franquia famosa) foram lançados e, o último acontecimento, foi a partida de um grande amigo… Anyway, o Jogo de Terça dessa semana é diferente de qualquer outro.

Diablo III

Depois de 12 anos de espera, finalmente podemos assumir o papel das nossas queridas classes e salvar o mundo Santuário das terríveis forças do Inferno Ardente. Diablo 3 saiu hoje para PC em disco e versão digital por 99,90 dilmas. Inútil dizer que o universo inteiro estava esperando por esse lançamento desde que foi anunciada a criação do mundo.  Se você é do tipo que gosta de usar força bruta, jogue de Bárbaro. Se você faz mais o tipo pajé, escolha o Feiticeiro. Saudades da Sorceress? Vá de Arcanista. Ah, você gostava do Paladin! Pode jogar de Monge sem medo! O Caçador de Demônios faz as vezes de Legolas.

A história do jogo passa 20 anos depois do jogo anterior. Os tinhosos Diablo, Baal e Mefisto haviam sido derrotados. No entanto, um meteoro, inadvertidamente, cai no exato local onde Diablo estava confinado. Com o bichano solto, somos mais uma vez convocados para mandar essa escória de volta para o buraco de onde vieram.

Se quiser saber mais, vá nesse site e aproveite para comprar o jogo se ainda não fez. Por enquanto, curta o trailer.

Max Payne 3

Menos badalado do que o lançamento de Diablo III, Max Payne 3 chegou hoje nos EUA para rodar no PS3 e no X360. A Rockstar, agora, inova ao trazer o universo de Max Payne para a capital paulista e deixando aquele clima noir já característico da franquia. Também demorado pra ser lançado (9 anos desde Max Payne 2) Max Payne 3 traz de volta os tiroteios, diálogos pesados, violência e o amado Bullet Time, aquele lance que deixa as coisas em câmera lenta. Max Payne 3 sai no Brasil dia 31 de maio, inclusive para PC. E sim, haverão partidas online.

Os gráficos estão lindos e os controles são aqueles que a gente já conhece. Mais ou menos a jogabilidade de GTA, só que mais aperfeiçoada. Como o jogo é meio filme, você não andará livremente por Sampa como você andava por San Andreas no GTA. A localização está bem feita e é possível ouvir os personagens brasileiros do jogo falando um português bem natural, com direito à um “Acerta esse viado!” num dos momentos do jogo. A história? 12 anos depois de Max Payne 2, Max está trabalhando, junto com um amigo, como guarda-costas de uma família milionária, em São Paulo. Quando Fabiana, a esposa do milionário, é sequestrada pelo Comando Branco,  Max tem que colocar à prova tudo o que aprendeu nos jogos anteriores para lidar com a polícia enquanto enfrenta os marginais paulistas. Confira no trailer.

Post Scriptum

Só pra finalizar, queria deixar aqui duas homenagens especiais. A primeira é para o meu irmãozinho, que agora já não é mais tão “zinho”, 3m4n03l (sim, em 1337!) que hoje completa uma década e um biênio. Desejo um feliz aniversário à ele, que Deus sempre o abençoe e que ele sempre seja essa pessoa bacana que ele é. Agradeço a ele por ser tão meu amigo, meu companheiro de jogos, sempre se divertindo, seja lutando contra eu no Street Fighter, seja destroçando o time adversário no Killzone 3, relembrando comigo os jogos clássicos, assistindo os nossos animes favoritos, lendo os mangás que eu sofro pra comprar, brigando comigo, testando seus conhecimentos de Dragon Ball Z, relutando para sair do PC para arrumar a mesa pro jantar, brincando, estudando, enfim, tudo que fazemos juntos é muito especial. 3m4n03l você é muito especial para mim e desculpa se ainda não te dei meu presente, mas tu sabe bem que a coisa ta feia pro meu lado! Você é meu maior presente e não me esqueço daquele dia em que a mãe veio com um ultrassom de um pedacinho de gente que ela carregava no ventre e, daquele dia, em que eu fui no hospital e lá estava você, todo cabeludo, deitadinho, só esperando para ir para casa e brincar comigo. Desde aquele dia, minha vida tem sido muito mais alegre! Que sejamos sempre assim, dois irmãos unidos, bem diferente dos irmãos Uchiha (emos!) e mais parecidos com os irmãos Elric (gênios). Valeu…!

Outro homenagem vai para um grande amigo que perdi hoje. Meu querido e amado hamster, que tanto queria pintá-lo de Pikachu, morreu hoje, praticamente nos meus braços, vítima de uma espécie de asma, que pode ter sido causada pelo frio ou por uma queda que, possivelmente, teria machucado o pulmãozinho dele. Acredito que, por ser muito frágil (ele era da espécie anão-chinês, acho), todos esses fatores contribuíram para isso, já que está muito frio ultimamente e levando em conta que ele era muito medonho e vivia pulando e se dependurando nas coisas. Quero dizer à ele, primeiramente, Desculpa, por ter dado o nome de Fifi a ele, já que nos venderam ele como fêmea (mas descobrimos recentemente que era macho!). Como ele já tinha associado o nome à comida, continuamos à chamá-lo assim, ou às vezes, Fifo, pra ele não ficar muito brabo (^_^). E também quero dizer Obrigado, por nos fazer tão felizes, mesmo quando você me mordia, quando corria e se escondia em lugares que eu sofria pra te pegar, eu sempre me diverti muito contigo. Realmente, você era um membro da nossa família e sentiremos muito a sua falta. Falta das suas cambalhotas, dos seus pulos, das suas comilanças, das suas fugas. Eu nunca esquecerei, hoje, quando estávamos no carro, desesperados, te levando para o veterinário e eu te segurando, observando a tua respiração pesada e doída e, quando estávamos quase chegando no veterinário, você se mexeu todo, como se tivesse acordado e, da maneira mais humana e carinhosa possível, você ergueu a cabeça e me olhou diretamente nos olhos. Eu não sei se você me via, já que a visão dos hamsters é baixa, mas parecia que seus olhos se encontravam nos meus e, sorrindo, você me disse adeus. Eu sei que isso parece fantasioso e piegas demais para quem está lendo, mas é essa doce e melancólica imagem que eu sempre vou guardar no meu coração. Obrigado, Fifo, por sua alegria. Que possamos nos encontrar no céu.

E é isso aí

Hoje foi um dia muito especial, porque aprendi o que é esse jogo chamado Vida. Você perde, ganha, recomeça, se alegra, se entristece, espera e simplesmente vive. É por isso que o Jogo de Terça dessa semana é a Vida.

Ficha Técnica:

Desenvolvedor: Deus.

Plataformas: Todos os corações que acreditam.

Data de Lançamento: Sempre. A todo instante.

Gênero: Dos mais difíceis e gratificantes.

Nota: A mais perfeita e completa…

Anúncios

2 comentários sobre “Jogo de Terça: Especial

  1. Luis Paulo Bueno disse:

    Muito lindo seu post, ninja. Vc é um grande exemplo de homem. Eu, sua mãe e seu irmão te amamos muito!

Comente

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s